A chegada em Londres

Sabemos perfeitamente que nós brasileiros, infelizmente, temos limitada a nossa liberdade de ir e vir. Se queremos conhecer outros países ou simplesmente aprender um novo idioma, temos que sujeitar as condições deles. Neste ponto invejo imensamente os europeus.

Minha primeira experiência no exterior foi a Espanha, onde moro há quase três anos. Antes que vencera o meu NIE – a identidade do estrangeiro, que me dá livre passagem aos países que fazem parte do tratado Schengen vim para Londres.

Não quis perder tempo com a burocracia para obter o visto já que queria aproveitar o verão para aprender inglês. Assim que vim como turista.

Antes, busquei informações na internet e ficou claro que o Reino Unido não faz parte do tratado Schengen, porém, uma vez que você tenha um visto válido para a Europa eles te deixam entrar.

Mas, na alfândega me fizeram esperar cinco horas no aeroporto e depois de uma agradável entrevista acompanhada de um tradutor. Assim, entrei com o dia de saída assinalado no meu passaporte.

É incrível, neste caso, ter muito dinheiro levantou suspeitas e também o fato de fazer turismo sozinha. Mas no fundo, acho que a mulher lá quis me sacanear.

Ela disse que o curso que eu fiz na Espanha era barato, como se o preço do curso fosse demonstrar o meu interesse em morar ou não em outro país. E barato só se for para ela, porque os reais convertidos em euros…

Anúncios

Envia uma mensagem

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s