Viver e conviver

Eu e Manolo numa foto de comemoração dos 10 anos do projeto Viver e Conviver

Eu e Manolo na foto de comemoração dos 10 anos do projeto Viver e Conviver, em Barcelona.

Já faz três anos que eu vim fazer um mestrado em Barcelona e como cada ano vem mais gente para estudar, quero deixar uma dica àqueles que, como eu, talvez não tenha muito dinheiro e precisam encontrar um meio para subsistir.

Existe um programa, da Caixa Catalunya, chamado “viure i conviure”, viver e conviver onde os estudantes fazem companhia a um idoso/a em troca de um lugar para morar. Antes o programa tinha uma pequena ajuda quadrimestral ao estudante, que parece já não existir e também uma contribuição mensal ao idoso para ajudar nas despesas do estudante como o uso de água, luz e gás.

Na teoria o estudante não pode trabalhar e tem que ajudar em alguma tarefa com o idoso, por exemplo: fazer companhia, conversar, levar ao médico, ajudar com os medicamentos entre outros. Para quem sai da casa dos pais não é nada do outro mundo.

O único problema é o horário de chegar a casa: de segunda à sexta-feira e domingos, o estudante deve chegar às 22h. Os sábados e feriados são livres e você inclusive não precisa voltar para casa. Claro que tudo é negociado com o idoso/a. Se você tiver sorte até poderá trabalhar, até porque necessitará cobrir os gastos com o transporte público, comida e matrículas.

Eu estive um ano e três meses neste projeto e só saí quando consegui um trabalho de 8h/dia. É como se estivesse em família, você se sentirá limitado como na casa dos seus pais, mas também se sentirá amado ao saber que alguém se preocupa por você. É uma ótima experiência e ajuda imensamente a muitos estudantes e idosos que não tem ninguém para ajudá-los. Experimente!

Anúncios

4 thoughts on “Viver e conviver

  1. Bom dia!

    Meu nome é Ivete tenho um filho que ganhou uma bolsa para estudar na Espanha. Ele vai em janeiro ou fevereiro gostaria de saber como posso entrar em contato com este projeto para conseguir uma casa?

    Será que tem como conseguir antes de ir?

    Parabéns pelo seu lindo gesto de compartilhar suas experiências ajudando outras pessoas.

    Att: Ivete

    Gostar

    • Olá Ivete, muito obrigada por visitar o meu blog. Antes de vir eu fiz o contato por e-mail, mas tive que esperar um mês para conseguir uma casa. Você não comentou onde os seu filho vai morar, de todas formas deixo aqui o link atualizado do projeto Viure i conviure que abrange apenas a Catalunha. Abs.

      Gostar

  2. Oi Cleidilene. Tenho 33 anos, psicóloga, mas, anseio terminar um romance que estou escrevendo e acredito que esta experiência me ajudará bastante. Novos ares, ouvir historias diferentes, dar e receber carinho, um verdadeiro crescimento pessoal. Nao sei se o programa é somente para estudantes, vou me informar. Como é feito a seleçao da pessoa a qual acompanharemos? Meu receio é que tenhamos perfis bem diferentes. Abraços carinhosos.

    Gostar

    • No caso, você faria uma entrevista com um psicólogo e eles buscariam uma pessoa com afinidades e te explicariam as condições. Se você não quiser, teria que esperar outra oportunidade. Normalmente, precisam de estudantes devido ao grande número de idosos. Até hoje sou amiga do senhor com quem morei. É uma experiência muito interessante que abre nossos olhos para ver as dificuldades da velhice.

      Gostar

Envia uma mensagem

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s