A difícil tarefa de ser mãe de um bebê

contato entre a mãe e o bebê

A importância do vínculo entre mãe e filho

Um bebê precisa de tanto cuidado, mas tanto que sua mamãe deixa de “existir” um tempo para poder cuidá-lo. Às vezes o bebê precisa de cuidado ainda quando está no útero, o ato de desenvolver-se pode causar variadas moléstias na sua mamãe, desde um pequeno mal estar até os incômodos vômitos, que em algumas mulheres duram mais e noutras menos, ou até mesmo problemas mais sérios.

Depois que nascem e são tão pequenininhos e frágeis, coisas tão cotidianas e básicas como se alimentar, ir ao banheiro ou tomar banho passam a ser um presente para a mamãe, que deixa de ter tempo para si mesma. Para repousar então, a mamãe tem que dormir junto com o bebê, colocando-o na cama matrimonial ou num berço bem juntinho de sua cama para evitar despertar-se ao ter que se levantar para ir até o outro quarto cada meia hora, uma hora ou duas para amamentá-lo ou dar a mamadeira, segundo as necessidades de cada bebê. Já a melhor solução durante o dia é tirar uma soneca junto com o bebê, sempre que isso for possível.

Continuar a ler

Anúncios

O Dia das Mães é uma data comercial?

Barriga de uma grávida

Parabéns a todas as mamães do mundo!

O Dia das Mães foi criado para celebrar  a honra de ser mãe, cuja data varia segundo o país. Pelo visto, não é uma data de origem comercial como muitos pensam.

As mães dos deuses já eram veneradas na Grécia Antiga. Naquela época, a festa em homenagem às mães se chamava Hilária e era comemorada no dia 15 de março, por três dias seguidos.

Mais tarde, os católicos também  criaram um dia para homenagear a Virgem Maria, a mãe de Jesus. No século XVII, a Inglaterra também tinha um Domingo das Mães.

Tudo indica que nos Estados Unidos da América também existiu um Dia das Mães em 1873. E, desde 1907, esse dia passou a ser comemorado de maneira mais seguida.

Até que, em 1914, o segundo domingo de maio foi declarado oficialmente o Dia das Mães naquele país. E, pelo menos no início, o motivo não era nada comercial.

No Brasil também se comemora o Dia das Mães no segundo domingo de maio. Essa data é festejada desde 1918 por uma associação cristã.  E, desde 1932, de maneira oficial graças ao presidente Getúlio Vargas.

Por outro lado, na Espanha o Dia das Mães era festejado inicialmente em 8 de dezembro, dia da Nossa Senhora da Conceição. Sem embargo, quando a data passou a ser oficial nos Estados Unidos, o Dia das Mães na Espanha passou a ser o primeiro domingo de maio.

O Dia das Mães é uma festa criada inicialmente em honra das mães, que nos deu a vida. Mas, cada um de nós é livre para dar o sentido que quiser e fazer dela uma data comercial ou não.

Eu, por exemplo, não acharia ruim receber um presentinho quando seja. Já a minha mãe fica feliz só de receber uma ligação, imagina recebendo flores.

Assim que desejo muitas felicidades a todas as mães do mundo… onde quer que estejam…

O importante é elas se sintam valorizadas pela bendição de gerar uma vida dentro delas e por cuidá-las internamente por até nove meses e externamente todos os anos que puderem…

As mães são as responsáveis pelo milagre da vida. Assim, deixo aqui os meus votos de felicidades a todas… sobretudo à minha mãe que perdeu um feto antes de mim e que sempre me fala que nasci por um milagre já que ela quase me perdeu duas vezes…

Também dou os parabéns às minhas irmãs, tias, primas, sogras, cunhadas…  enfim, a todas as mães do mundo.

Feliz Dia das Mães!